História

Desde 1961 a Moageira Serra Grande, situada no Ceará, produz café puro com o melhor padrão de qualidade. São grãos selecionados vindos das melhores regiões cafeicultoras do país, torrados através do sistema ecológico, moídos e empacotados.

A história da Moageira Serra Grande passa pela saga de uma família da cidade de Sobral liderada por Jocely Dantas. Tudo começou em um pequeno parque fabril artesanal que, inicialmente, apresentava uma pequena produção de 100 de sacas 60kg de café por mês. Com o passar do tempo, a família Serra Grande adquiriu em 1963 o primeiro veículo de sua frota. Em 1973 adquiriu uma moderna máquina automática de empacotamento, que rapidamente elevou a produção para a casa das 3.000 sacas de café por mês. Ainda na década de 70, um moderno laboratório é implantado para a classificação e prova do “blended” do Café Serra Grande.

Com isso, seu café passa a ser o mais conceituado no Estado do Ceará, Piauí e Maranhão. Na década de 80, já contando com um moderno parque industrial, a Moageira Serra Grande atingiu uma capacidade produtiva de 10.000 sacas de café por mês. Na década de 90, com a implantação do empacotamento de auto-vácuo, a capacidade de produção chega a 20.000 sacas por mês. Visando este contínuo processo de investimento em novas tecnologias, a Moageira Serra Grande passa, neste momento, a dedicar sua atenção a um projeto ecológico onde, ao lado da constante melhoria de seus produtos, pode voltar-se a preservação do meio ambiente.

Hoje, aliando o melhor do café tradicional com o que há de mais moderno em equipamentos, a Moageira Serra Grande passa a ser um dos parques industriais mais importantes do setor torrefador de café do Brasil. Com 500 empregos diretos e participação em vários projetos sociais, como o Café com Arte, a Creche Corina Dantas, apoio a sociedade SOPRI de apoio a criança, etc. A Moageira Serra Grande ratifica a sua projeção de empresa social.

Selo ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café

Criada em 12 de março de 1973, a Associação Brasileira da Indústria de Café – ABIC surgiu da necessidade de aglutinar as ações desenvolvidas pelos Sindicatos e Associações estaduais da atividade industrial torrefadora, até então dispersas e isoladas, com o objetivo de coordenar e reivindicar os interesses em âmbito nacional.